Home PPE EM FOCO PPE ASTA presente nos principais projetos de geração de energia
0

PPE ASTA presente nos principais projetos de geração de energia

0
0
PPE ASTA teve participação ativa no projeto da usina de Belo Monte

Edição No 41 – ABRIL de 2018

A PPE sempre foi fornecedora líder dos fios utilizados nos grandes geradores das hidroelétricas brasileiras desde os anos 50. Produtos para obras colossais passaram por nossas linhas de produção, como as usinas de Itaipu, Belo Monte, Tucuruí, Jirau, São Simão, Jupiá e Ilha Solteira, entre outras não menos famosas.

Recentemente, novas formas de energia começaram a ter destaque na matriz elétrica brasileira, além da hidráulica e biomassa. Em particular, uma delas – a eólica – tem ganhado relevância e a PPE ASTA não poderia deixar de acompanhar essa evolução.

Praticamente inexpressivo há 10 anos, os projetos eólicos atingiram 12,7 GW em 2017, segundo dados divulgados em janeiro pelo jornal Valor Econômico. Hoje, há 508 parques em operação, representando 8,7 % da matriz elétrica do país, suficiente para abastecer aproximadamente 18 milhões de residências.

Seguramente, esta fonte de energia limpa continuará sendo a de maior crescimento na próxima década, pois o Brasil dispõe de um enorme potencial a ser explorado e os custos de geração eólica estão cada vez mais competitivos. Só para você ter uma ideia, até 2023, a Associação Brasileira de Energia Eólica prevê a entrada em operação de 252 novos parques atingindo uma potência de 18,6 GW.

“A PPE ASTA também lidera o fornecimento de fios para esses geradores. Nossa Engenharia foi pioneira no desenvolvimento dos materiais necessários para esta nova demanda desde o início, quando os geradores passaram a ter a parte ativa fabricada no Brasil, deixando de serem importados”, explica Vinicius de Oliveira Camargo, da área Engenharia.

Por isso, novos produtos foram incorporados ao portfólio da empresa, a fim de atender especialmente o novo mercado. Entre eles podemos destacar: feixes esmaltados, retangulares esmaltados com performance especial, barras isoladas e cortadas conforme desenho do gerador e retangulares com isolação de fitas especiais.

“Novos modelos de geradores, com maior potência, estão surgindo, e novos desafios de desenvolvimento continuam na rotina dos nossos engenheiros”, acrescenta o colega, que não pensa duas vezes antes de dar seu recado final: “Mãos à obra. Contamos com nossa capacidade de inovar para continuarmos sendo destaque no cenário nacional e internacional”, acrescenta.