Home PERSONAGEM Desperte o hábito da leitura com o livro lançado pelo colega Erasmo Xavier
0

Desperte o hábito da leitura com o livro lançado pelo colega Erasmo Xavier

0
0
Incentivar a leitura é o objetivo de Erasmo ao lançar “Sonhos de um menino”

Edição Nº 41 – ABRIL de 2018 – 

Há 17 anos na empresa, Erasmo Carlos Gonçalves Xavier atualmente trabalha como coordenador de Controladoria e Ofertas. Recentemente, o colega aventurou-se por outra área: a literatura. Para ele, a leitura é uma fonte de conhecimento, mesmo que se trate de ficção, pois desenvolve nosso cérebro e nos ajuda pensar. Além disso, ela mexe com a emoção do leitor, diferente dos cálculos matemáticos que estimulam o raciocínio lógico. Ambos, entretanto, são igualmente importantes para o colega. Tanto que hoje ele comemora o lançamento de seu primeiro livro, “Sonhos de um menino”.

Do que trata seu livro, recém-lançado?

Como diz a sinopse, “Sonhos de um menino” conta a história de Daniel, um garoto que não quer crescer sem saber quem é seu pai. Num enredo de encontros e desencontros, ele e sua mãe são levados aonde tudo começou, a cidade de sua mãe. Quando o garoto começa a se adaptar ao local, o sumiço de sua mãe dá o tom de drama. Muito mistério e reviravoltas marcam essa trama que apresenta um final inusitado. A intenção em escrever o livro foi a de despertar em outras pessoas o hábito da leitura. Por isso, dediquei a obra aos meus filhos, que eu espero que sejam ótimos leitores e descubram a importância da leitura cronologicamente antes do que eu descobri.

Quando despertou esse seu lado de escritor?

Quando era criança e ainda na adolescência, eu não tinha costume de ler livros, mas observava o entusiasmo de minha mãe e irmã mais velha na leitura. Quando cheguei à universidade, fui obrigado a desenvolver o hábito e, pouco a pouco, me acostumando com a ideia. A partir daí não quis mais parar. Num determinado momento, ainda na universidade, imaginei se seria possível eu fazer algo para ajudar crianças e adolescentes a desenvolverem esse hábito. Meus colegas me incentivaram e eu comecei o projeto de criação do livro. Como meu principal desafio era fomentar a leitura para o público infanto-juvenil, busquei uma linguagem simples e me engajei no intuito de criar uma história envolvente, com encontros e desencontros a cada capítulo.

Quais seus autores preferidos?

Meus autores preferidos são C. S. Lewis, autor de “Crônicas de Nárnia”, entre outros, e Willian P. Young, autor de “A cabana”. A forma como esses escritores transitam, entre o real e o imaginário, entre coisas do cotidiano e ficção, enfim, movimenta o nosso cérebro no intuito de nos prender no enredo, para caminharmos juntos até o final da história.

Fale um pouco sobre os livros mais marcantes em sua vida.

Por ser evangélico, o livro mais importante na minha vida é a Bíblia, mas observando pelo lado literário, o livro mais marcante foi “A revolução dos bichos”, de George Orwell. Foi a primeira obra literária que eu li para fazer um trabalho escolar e, quase 20 anos após, ainda me lembro de detalhes do mesmo. Desde que me tornei um leitor habitual, passei a dar ainda mais importância àquele livro que embora seja pequeno me deu tanto trabalho para ler.

Você enfrentou muitas dificuldades para lançar “Sonhos de um menino”?

O principal desafio foi o custo da editoração, uma vez que não é possível antever a aceitação da obra literária. Hoje, o mercado literário tem muito espaço para livros de autoajuda e pouco espaço para romances, crônicas e contos que nos levam a viajar para outras dimensões, por meio das linhas da literatura.

Onde os exemplares estão à venda?

No site da Biblioteca 24h (www.biblioteca24horas.com.br), o aluguel da versão digital (tablet ou smartphone) sai por R$ 12,38. Na Amazon (www.amazon.com.br), a edição impressa custa R$ 20,29 (mais frete). Comigo, o livro pode ser adquirido por R$ 20,00, mas tenho um número limitado de exemplares.